Que o crescimento dos casos de câncer no Brasil são atribuíveis ao IMC elevado?

Em 2025, o número de casos de câncer atribuíveis ao índice de massa corporal (IMC) elevado deve dobrar em relação a 2012, atingindo 29.490 novos casos, o que corresponde a 4,6% de todos os tumores que serão diagnosticados no país. O IMC elevado (> 22kg/m2) está associado a um risco aumentado para 14 tipos de câncer.

Os dados são de um estudo publicado online no periódico Cancer Epidemiology liderado por Leandro Machado de Rezende, do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, que contou com participação de pesquisadores brasileiros, franceses e norte-americanos.

Os autores concluíram que os casos de câncer atribuíveis ao alto IMC atingirão 29.490, o que corresponderá a 4,6% de todos os cânceres no Brasil em 2025, com maior frequência em mulheres (6,2% ou 18.837) em comparação com os homens (3,2% ou 10.653). Os resultados podem ser uma ferramenta importante para apoiar o desenvolvimento de políticas públicas e futuras estratégias de prevenção do câncer no Brasil.

Fonte: https://bit.ly/2JxSOqA

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *