Quem tem câncer pode optar por não fazer uma etapa do tratamento, como a radioterapia?

Nenhum tratamento é igual a outro. Por isso, pacientes com câncer são tratados com
diferentes combinações de cirurgia, quimioterapia e radioterapia, além de outras
abordagens. Tudo vai depender das características do tumor: o tipo, a localização, a
agressividade, a saúde da paciente…
O médico vai decidir que combinação é a mais adequada para aquele caso, mas a
decisão do paciente também conta.
Alguns se perguntam se podem, por exemplo, “abrir mão” da radioterapia quando já
fizeram a cirurgia e a quimio. Ou se podem “pular” alguma das outras etapas.
A resposta é: sim e não. Você poderia decidir que prefere não fazer a radioterapia. No
entanto, essa recomendação médica vem com anos de conhecimento.
Em muitos casos, a radioterapia é indicada para “completar o tratamento” e proteger o
órgão afetado de uma recidiva, isso é, do retorno do tumor naquela localização. Optar
por não realizar essa etapa pode aumentar (e muito) o risco do retorno da doença.
Na dúvida, sempre converse com seu médico!
Fontes: Drauzio Varella, Vencer o Câncer, INCA

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *